quinta-feira, 11 de agosto de 2011

OPINIÃO

GOVERNO DO PT, CRISE E CLASSE MÉDIA.

Em noticiários com data de 08/08/2011, a presidente Dilma diz que Brasil está mais forte do que em 2008 para enfrentar crise.

O Brasil tem hoje US$ 348 bilhões em de reservas internacionais das quais US$ 211,4 bilhões são títulos públicos do governo americano.

O PT antes de assumir o governo em 1º de janeiro de 2003, era o governo que ia governar para o povo. Depois de nove anos a realidade é muito diferente. O PT de Lula e Dilma governa exclusivamente para inglês ver. Empresta dinheiro ao FMI, aos paises “companheiros da América do Sul”, a África e por ai vai.
É um governo feito para o exterior, onde os números de indicadores valem mais do que o povo brasileiro e a única crise que importa e a do exterior.
Não se preocupa com a crise da saúde, nem do ensino e muito menos da segurança.

Quando no último dia oito, agência de classificação de risco rebaixou a nota dos EUA, Barack Obama disse que não importava a nota que dessem, os EUS continuariam a ser um pais classe AAA. Isso porque realmente eles são. Não para a tal agência, nem para nós. Mas para eles mesmos.


Quando o Lula era simples candidato, vivia pregando a moratória, calote da divida externa e etc. Dizia que tudo que o pais produzia, deveria ser do povo brasileiro. Hoje somados todas as coisas, espalham para Deus e o mundo que a classe média do Brasil aumentou, e que já atinge 50 % da população brasileira.
Acontece, que para o governo esse índice é mera propaganda, e para isso, conta com a cumplicidade da grande maioria da imprensa brasileira.
Os índices de medição da pobreza brasileira, só se comparam a África e alguns paises da Ásia. E não podem nem mesmo ser comparados com os paises da América do Sul.
A classe média dos paises desenvolvidos são aqueles que possuem casa própria, carro e condições de se sustentarem.

No Brasil a classe média é medida por quem tem automóveis, tv a cabo, Internet e celular. Mas não é raro vermos, barracos de palafitas, ou em áreas de riscos, com antenas de tv por assinatura e com Internet, e no seu interior mais de 10 pessoas, todas com seus celulares, mas sem nenhuma condição digna. Tendo que dividir alguns colchões velhos e pouca comida. Também e muito comum vermos pessoas que não possuem residência própria, com automóveis financiados em 72 vezes, (muitas vezes pagos em 100) por estarem sempre atrasados. Ou depois de algum tempo devolverem as agências por não ter conseguido pagar. E muito comum ver pelas ruas homens e mulheres com celulares de ultima geração nas mãos e faltando dentes na boca, ou tendo que contar moedas para a condução.

Se esses 50 %, resolverem que só terão tvs por assinatura e Internet quando puderam dar condições dignas a seus filhos, ou os que compram automóveis em 72 prestações resolverem que só terão carros quando possuírem casa própria, esse índice do governo cairá em 90% e a classe média do Brasil será somente de 05%.

Por Adilson Veiga

Nenhum comentário: